quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

ANÍBAL- CARÊNCIA

Quem nunca ouviu "Alguém", "carência" e outras que embalaram todas as rádios e danceterias de todo pais no final dos anos 80?
Aníbal lançou apenas este disco clássico do pop rock Brasil que para quem viveu a era dourada do rock nacional hoje só resta apenas bons momentos e lembrança nostálgica da mídia nacional.
Um disco muito bem produzido e com letras marcantes que depois de quase trinta anos se considera atuais inclusive "Guerra santa" com toda essa diversidades terrorista de radicais que atormenta o mundo Anibal profetizou para os dias atuais.
Hoje Aníbal ainda trabalha com musica e é considerado um dos grandes DJ do Brasil, com o nome DJ Lord Feifer vc pode conferir no https://soundcloud.com/lord-feifer ou encontrar no Faceboock com este nome no qual estive em contato com ele recentemente..
Costumo dizer que o pop rock nacional deveria ter como mascote o caranguejo, só andou pra trás, o que não aconteceu com Inglaterra, E.E.U.A, Suécia, Escócia, Islândia entre outros onde os novatos  do indie pop rock vão procurar influencias lá no passado com seus ídolos.
Enquanto o trafico estiver lavando e patrocinando Funk, pagode e braganejo e outras coisas de outro planeta iremos conviver com essa amargura escravizando nossos ouvidos.

*Esta postagem é um pedido da seguidora do blog Fabiana oliveira da cidade de Ubatuba - SP.
*Disco ripado do vinil com otima qualidade, esperando que um dia seja remasterizado para midia digital e possamos adquirir o original, vamos esperar .

Download
TERRA BRASILIS

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

TONINO ARCOVERDE - DANÇA DAS ABELHAS

Nascido em Palmares e criado em Arcoverde (cidade que morei por 2 anos e que adoro), cidades do interior de Pernambuco, Tonino Arcoverde é músico, cantor e compositor. Produz uma música marcada pela sonoridade das manifestações populares e pela poesia do Nordeste. Com mais de 20 anos de música, participou de diversos eventos musicais em Pernambuco, dividindo o palco com artistas renomados como Wagner Tiso, Renato Borghetti, Fagner e Toquinho.
Tonino Arcoverde  por cantar as belezas e histórias da “terra do Cardeal” acabou recebendo como sobrenome artístico o nome deste lugar. Em suas canções o regionalismo é uma forte variante: o homem do campo. As belezas naturais do sertão e as velhas histórias de vilarejos da região. Começou sua carreira artística nos anos 80, apresentando-se em festivais, Participou diversas vezes do programa Som Brasil da rede globo, com apresentação de Lima Duarte e Rolando Boldrim.

*Destaque para a lindíssima "voo de colibris/praia dos carneiros"

  1. Aos mestres com desrespeito (Tonino Arcoverde, Publius e Alberto da Cunha Melo)
  2. Caatinga Floresta Branca (Tonino Arcoverde)
  3. Colmeia/Dança das abelhas (Tonino Arcoverde, Ediel Guerra e Walkis Pacheco)
  4. Dois Unidos (Tonino Arcoverde e Publius)
  5. Essência (Zeto)
  6. Flor da cana (Publius)
  7. O rico e o cobre (Publius)
  8. Outonos insanos (Tonino Arcoverde e Publius)
  9. De riacho abaixo/Passarada (Tonino Arcoverde)
  10. Voo de colibris/Praia dos Carneiros (Tonino Arcoverde e Paulinho Leite)
  11. Transformou-se em espinho (Lula Calixto e Tonino Arcoverde)
  12. Muiraubi (Tonino Arcoverde)
  13. Zeca Tropeiro (Tonino Arcoverde)
Excelente !!!!
Se vc gostou adquiri o original, valorize a obra do artista.
Download
TERRA BRASILIS

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

ROMANO E ROCELI - COLETANEA "A ARTE DE CANTAR"

Algum tempo atrás assistindo o programa "Brasil caipira" da TV Camara deparei com uma dupla de musica caipira de raiz que me chamou atenção pela cantoria que esbanjava simplicidade e talento.
Me fez lembrar muito dos mano vei Pena Branca e Xavantinho, dupla que tem meu grande respeito.
Sai a garimpar Romano e Roceri e nessa descoberta do ouro encontrei os três discos lançado pela dupla e fiz uma belíssima coletânea de gosto pessoal de clássicos da verdadeira musica caipira de raiz.

Sobre a dupla.
Por mais surpresas que a vida nos apresenta, põe em destino seus encontros, exatamente como aconteceu com a dupla Romano & Rocerí, oriundos de terras distantes, o pantaneiro, violeiro, Edson Luiz de Souza, o Romano, de Campo Grande – MS e o capixaba, compositor, Antonio Leôncio do Nascimento, o Rocerí, de Barra de São Francisco – ES, aportaram em Minas Gerais, trazendo em seus corações a vontade de fazer um trabalho bem feito através de composições, interpretações e apresentações nos palcos da vida. Situações adversas os colocaram em caminhos diferentes, mas nas voltas que o mundo dá, onde até as pedras se encontram, os iluminados, em suas andanças se abraçaram e num sorriso cheio de vontade de vencer, iniciaram essa parceria que resultou no belíssimo trabalho já reconhecido em suas composições, principalmente em se falando do mestre compositor Rocerí, que tem sua marca estampada em vários trabalhos gravados por nomes nacionais da música sertaneja, tais como: Trio Parada Dura, Barrerito, Di Paulo & Paulino, Teodoro & Sampaio, dentre outros. Romano & Rocerí ficam muito à vontade para falar dos seus trabalhos, pois já não são mais “filhotes”, trazem uma espetacular bagagem com uma sensível musicalidade genuinamente sertaneja, não esquecendo, é claro, de suas versatilidades que lhes permitem compor e interpretar magníficos boleros e canções populares em vastíssimo repertório, estando, portanto, aptos e à disposição para participarem de eventos agropecuários, folclóricos e sociais.
Fortalecidos pelas dificuldades encontradas nos caminhos percorridos, onde marcas de suor demarcaram o território conquistado com seus trabalhos.
*colunasertaneja.blogspot.com.br

Recomendo, os caras são bão demais !
Se vc gostou adquiri o original, valorize a obra do artista.
Download
TERRA BRASILIS



quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

ALVARO SANTI E O CAIXAPREGO - TREM DA UTOPÍA

O músico e poeta natural de Lajeado - RS  Álvaro Santi lançou seu primeiro CD, intitulado “Trem da Utopia”, acompanhado da banda O Caixaprego. Produzido com recursos próprios por Álvaro Santi ao longo de cinco anos, o CD foi mixado e masterizado por Pedrinho Figueiredo e contou com a participação especial de renomados músicos da cena gaúcha, como Dúnia Elias, Giovani Berti, Leonardo Ribeiro, Otávio Segala e Ricardo Arenhalt.
“Trem da Utopia” resgata 13 músicas do repertório d’O Caixaprego, trio formado nos anos 80 pelos então estudantes Gédson Meira, Rômulo Giralt e Álvaro Santi. Além de músicas próprias, também registra canções de Mário Humberto Leiria, Nilo Baptista e da cantora Muni. Na gravação do álbum, Santi fez de tudo: cantou e executou diversos instrumentos (violões, baixo, flautas), além de assinar os arranjos.
Predomina no disco um clima acústico, permeado por influências as mais diversas, do clássico ao popular, passando pelo rock, country & folk dos anos 70, como também pela sonoridade dos mineiros do “Clube da Esquina” (como Beto Guedes) e dos gaúchos da chamada MPG (como Nei Lisboa).
Muito bom !!
Se vc gostou adquiri o original, valorize a obra do artista.
Download
TERRA BRASILIS

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

TRIO JOSE - PUISIA



Grupo formado em 2009 na cidade de são Jose dos Campos -SP inspirando na cultura caipira e musica popular com parcerias com vários poetas.
PUISIA, primeiro disco do Trio José, traz canções compostas a partir da obra do poeta popular Juca da Angélica. “Seu” Juca, mineiro de 97 anos, guarda na memória os versos que passou a vida declamando, seus amores e feitos épicos ao lado de sua boiada preta, a vida e as festas na roça. Sua poesia oral, numa grande confluência de tradições, possui diversas reminiscências de antigas estruturas da poesia erudita, sobretudo portuguesa, que remontam ao quinhentismo.

Com onze faixas, o álbum traz os versos de Juca da Angélica musicados por Victor Mendes e Danilo Moura, ambos integrantes do Trio José, e dos parceiros Saulo Alves e Maria Fernanda. Na abertura do encarte, o também poeta e   conterrâneo de Juca, Paulo Nunes, escreve:
“Quanto mais longas as distâncias, mais belas, por ousadas, são as pontes, unindo terras e experiências muito distintas. Assim, o encontro de um poeta sertanejo quase centenário com jovens músicos e compositores de uma grande cidade já é, por si, pleno de poesia. E não apenas nos leva a um lugar mítico que nos fundou e refunda sempre, aos nos trazer do passado o que é essencial (portanto permanente) e que dá lastro à cultura e sua transformação, mas nos prova, mais uma vez, que não há de fato limites para linguagens, artes, épocas, enfim, pessoas: o que existe são fronteiras, fluidas e imprevisíveis como um grande rio que teima em não secar e ter sempre incontáveis margens.”
Produzido por Victor Mendes e Danilo Moura, o álbum foi gravado inicialmente em São José dos Campos. No estúdio Mirante foi gravada a bateria de Marcão Godói e o baixo-elétrico de Chico Martins, por Rodrigo Silva e Luiz Silva. Em São Paulo, no estúdio Bojo Elétrico do violeiro e produtor musical Ricardo Vigninni, foram gravadas as vozes, violão e viola, a percussão de Igor Caracas e o baixo-acústico de Clara Bastos.
No estúdio Sanctus, em São José, foi gravado o acordeon de Eliomar Landim por Eduardo Rennó e Cleverson Nunes. O álbum foi mixado por Ricardo Vigninni e masterizado por André Ferraz no estúdio Música Bacana. O disco também contou com a participação do pesquisador e compositor Saulo Alves, que divide as composições do disco e emprestou sua voz para a faixa “Sô roceiro”, junto com Dami Baz, que fez o arranjo vocal de duas canções. O projeto gráfico ficou por conta de Andreas Guimarães.

Excelente !
Se vc gostou adquiri o original, valorize a obra do artista.
Download

ANDREIA FERRER - SÉCULUS

Para Andrea Ferrer, o canto foi um caminho natural a seguir. Baiana de Salvador, radicalizada no Rio de janeiro ela nasceu no seio de uma família musical.
Seculus é o debute mesclado com varios classicos da MPB com canções de Vinicius, Milton, Guilherme Arantes entre outros .
Além de cantora Andrea ainda é atriz  e trabalha com artes cênicas.

Se vc gostou adquiri o original, valorize a obra do artista.
Download
TERRA BRASILIS

ADILSON GONÇALVEZ- NÔMADE DO TEMPO

Adilson Gonçalvez,

É músico, compositor, violonista, arranjador, produtor, letrista e regente. A determinação sempre se fez presente na vida deste paulista nascido na pequena cidade de Leme, interior de São Paulo.
De origem socialmente humilde ,encontrou o violão na adolescência e mudou completamente sua vida.  Trilhou por diversos caminhos no universo da música, característica marcante em artistas independentes de sua geração. Seu trabalho de música popular brasileira traz  influências de diversas vertentes  musicais como  Jazz,Clássico, bossa, Flamenco, Rock, Word music , além de transitar pela música instrumental com grande desenvoltura.
Seu primeiro CD, “Sem Fronteiras” (2004/2005-Independente- distribuidora Tratore),finalizado em Los Angeles-EUA traz uma mescla de música instrumental e canções lítero- musicais.  Surpreendeu ao gravar Carmina Burana (Carl Orff), com arranjo instrumental inédito feito ao violão, Serenata do Adeus (Vinícius de Moraes) e uma dezena canções próprias. Esse trabalho proporcionou uma turnê de divulgação, com shows na Europa, e  execução em rádios internacionais, como a rádio da Universidade de Massachussets (EUA), no programa Brasiliance de Dario Borin e também na rádio Círculo de Madrid-Espanha, no programa Movidad Brasileña de Reginaldo Lima.
O segundo álbum “La Soledad” (2010- Independente-distribuidora Tratore), contou com participações de grandes nomes da música nacional e internacional, como o produtor italiano Cristiano Stern, o músico , compositor e produtor australiano David Sion, o saxofonista Naylor Proveta e o guitarrista Ricky Furlani. A pluralidade característica da cultura brasileira esteve presente nesse trabalho, com uma mescla de ritmos  e grande qualidade nos arranjos e interpretações. Adilson Gonçalvez também assina 13 das 15   canções desse álbum.
Em 2014, partiu para mais um grande desafio em sua carreira: a gravação do seu primeiro DVD: “Adilson Gonçalvez ao vivo – Nômade do tempo”.
A gravação aconteceu no belíssimo Teatro Municipal de Paulínia,em fevereiro de 2014.
DVD-“Adilson Gonçalvez ao vivo – Nômade do Tempo” é uma produção independente de Música Brasileira  com influências do mundo. Nuances de Jazz, flamenco, música clássica, MPB, bossa nova, rock, pop ,world music e regional estão presentes nos arranjos e nas composições.
No repertório, músicas dos dois CDS, canções inéditas e releituras de compositores consagrados. O estilo forte ao violão e a viola, uma de suas marcas, também  tem grande  destaque no DVD.
Destaque para a releitura de Aiaiaaia-Ivan Lins/Victor Martins e a inédita de  Eu vou lá-Carlos Colla/Michael Sullyvan/Zenith , com participação do guitarrista Ricky furlani além dessas  canções uma releitura instrumental de Trenzinho Caipira-Villa Lobos .è um trabalho que retratam suas influências e seu momento musical atual .
A banda é composta de sete músicos , amigos e parceiros do mais alto nível,  e contou com a participação do guitarrista Ricky Furlani em duas canções.
O DVD teve a direção do produtor e cineasta Italiano Cristiano Stern. A concepção geral, produção executiva , musical e artística é assinada por Adilson Gonçalvez..
Ulisses Rocha no primeiro CD destaca as qualidades de Adilson Gonçalvez: “Com personalidade e criatividade, apresenta arranjos inusitados e composições sensíveis, além de interpretações quentes e pessoais, qualidades sempre presentes nos grandes músicos”. O trabalho  tem previsão  de lançamento para novembro de 2014 com distribuição  Tratore .
Estará disponível em  DVD ,   CD  e Albúm digital.
Adilson Gonçalvez
O  artista , radicado em São Paulo, nasceu na cidade em  Leme,SP. Estudou com Grandes Músicos Brasileiros e do Exterior como Ulisses Rocha, Geraldo Ribeiro, Fernando de La Rua,Carlos Fiorini, José Esmerindo entre  outros.
Tem atuado em shows , desenvolvido inúmeros trabalhos de Regência Coral, Workshops,Trabalhos didáticos,trilhas sonoras para documentários, jingles e gravações. Já regeu em Barcelona –Espanha   e vem desenvolvendo inúmeros trabalhos de produção cultural, e direção musical e artística de projetos culturais e sociais. como Pontos de Cultura e Projetos de Leis de Incentivo como Proac e Lei Roanet.
Já atuou  em palcos importantes da cena independente do país, como SESCs (Paulista; Campinas; São Carlos; Araraquara; Itaquera, entre outros)   FNAC , Livraria Cultura, Masp e em diversas casas noturnas de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais além de ter atuado em palcos europeus
-Discografia:
*Sem Fronteiras 2004/2005
* La Soledad -2010
*Single-Sex on the beat-Intrumental eletrônico- Gravado em 2012 lançamento digital-2014
*EP-Asas e Raízes-instrumental- gravado em 2008 lançamento digital-2014
Trilha sonora “A Resposta da Terra” lançado no Rio+20 2012
 CD/ DVD Nômade do Tempo-Adilson Gonçalvez ao vivo- Lançamento em 2014/2015

 O Show-
  Virtuosismo e sensibilidade aliadas ao bom gosto nas interpretações é assim o conceito do Show de Nômade do Tempo- Adilson Gonçalvez. Explorando o repertório do seu mais recente trabalho e temas do seu primeiro e segundo  CD mostra um show de qualidade sem perder sinergia com o público.
O DVD revela uma interessante versatilidade na Música Popular Brasileira. Algumas releituras de clássicos da musica brasileira também fazem parte de seu repertorio e seguem o seu estilo forte ao violão e viola, com influências da música erudita, Flamenca,world music,do Jazz e claro da MPB, tornando cada apresentação única.
É um show de entrega total as interpretações revelando momentos de profundo lirismo, criando climas inusitados e de extrema sensibilidade
Contato-   (19) 99427-9677

Se vc gostou adquiri o original, valorize a obra do artista.
Download
TERRA BRASILIS 
E-mails.: adilsongoncalvez@gmail.com | nomadedotempo@gmail.com